A gripe afeta aproximadamente entre 3 a 5 milhões de pessoas por ano. É um dos vírus com maior taxa de mortalidade, sendo que uma das melhores formas de prevenir e combater esta doença é através da vacina:

 

https://www.youtube.com/embed/00xZk8iUZRE

 

O QUE É A GRIPE?

COMO SE TRANSMITE E
QUAL O TEMPO DE INCUBAÇAO?

A gripe é uma doença aguda viral e sazonal que tem várias implicações ao nível das vias respiratórias.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde pode ser causada por quatro estirpes de vírus diferentes (tipos A, B, C e D).

No caso de Portugal o principal período de incidência varia entre novembro e abril.

A tosse e os espirros são as principais formas de transmissão, contudo o contacto direto com partes do corpo ou locais contaminados também são formas de contágio bastante comuns.

O período de incubação deste vírus é relativamente rápido, variando entre um a cinco dias entre o momento de infeção e os primeiros sintomas.

COMO TER ACESSO À VACINA ?

QUEM ESTÁ MAIS SUJEITO?

A vacina pode ser adquirida através do Sistema Nacional de Saúde em Centros de Saúde ou Hospitais, ou dispensadas nas farmácias através de prescrição médica, com uma comparticipação de 37%.

A vacina é gratuita nos Centros de Saúde, sem necessidade de declaração médica para pessoas com:

  • diabetes Mellitus

  • terapêutica de substituição renal crónica (diálise)

  • trissomia 21

  • submetidas a transplante de células precursoras hematopoiéticas ou de órgãos sólidos.

Com declaração médica, é gratuita para indivíduos com:

  • fibrose quística

  • défice de alfa-1 antitripsina sob terapêutica de substituição

  • patologia do interstício pulmonar sob terapêutica imunossupressora

  • doença crónica com comprometimento da função respiratória, da eliminação de secreções ou com risco aumentado de aspiração de secreções

  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica

  • a aguardar transplante de células precursoras hematopoiéticas ou de órgãos sólidos

  • sob quimioterapia.

A vacina é também gratuita para:

  • profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS)

  • bombeiros com atividade assistencial

  • residentes em instituições ou pessoas internadas em unidades do SNS

  • bombeiros

  • guardas prisionais e reclusos.

Ainda que devido à sua forma altamente contagiosa a gripe seja uma ameaça para a população em geral, existem alguns grupos de risco. Entre essas pessoas estão:

  • crianças até aos cinco anos e adultos maiores de 65

  • pessoas que trabalhem em instituições de cuidados médicos ou de enfermagem

  • grávidas e mulheres que se encontrem em período pós-parto

  • pessoas com o sistema imunitário enfraquecido

  • portadores de doenças crónicas como asma, problemas cardíacos, a nível dos rins e fígado, ou diabéticos

  • pessoas com obesidade mórbida (índice de massa corporal de 40 ou superior).

 

Relembramos que existem alguns sintomas em comum entre o vírus da gripe e a COVID-19



Garanta a sua proteção e a dos que o rodeiam!
Prevenir a gripe também é prevenir a COVID-19.

Nota: O conteúdo deste artigo foi fornecido pela Médis e desenvolvido com a colaboração do Pneumologista Raul Amaral Marques.