Apesar dos mercados estarem muito otimistas, continuam à espera do bom ritmo de crescimento dos últimos meses. Contudo, face à iminente chegada da estabilidade económica, as perspetivas parecem ser positivas, embora os riscos tenham aumentado, segundo Alberto Matellán, economista chefe da MAPFRE Inversión, numa entrevista dada à Negocios TV, em Espanha. Para além de outras questões, refere que os investidores estão a prestar mais atenção ao crescimento "que acaba por se repercutir nos lucros das empresas", uma vez que gera riqueza a longo prazo.

Por conseguinte, Alberto Matellán coloca este facto à frente das medidas do Banco Central; estas últimas são "um elemento algo arbitrário porque depende mais das decisões das pessoas do que de conceitos técnicos, mas continua a ser fundamental para o Rendimento Fixo Europeu. Em terceiro lugar, observa que os mercados bolsistas podem considerar questões mais pessoais, associadas ao comportamento da sociedade face à pandemia, embora não acredite que se trate de um risco tão importante.

Com a inflação relativamente alta, Matellán assinala ainda que o mercado está à espera que "o nível de preços termine o ano como está agora". No entanto, explica que a maior preocupação reside no valor que poderá ter a longo prazo: "Ainda é incerto". Com uma possível incerteza para o futuro, rejeita que possa haver uma espiral de inflação ou deflação, "por isso não haverá sustos". Desta forma, acrescenta que os investidores "terão de adaptar as suas carteiras trimestral ou semestralmente".

A aparente dicotomia entre Rendimento Fixo e Ações parece estar a favor destas últimas, neste momento, na opinião de Matellán, "devido ao crescimento, que é elevado e se transmite aos lucros e devido às grandes mudanças aceleradas pela pandemia, tais como a tecnologia e a sustentabilidade, que apontam para uma melhoria da produtividade". Assim, tudo indica que as Ações serão mais rentáveis, mas salienta que o Rendimento Fixo "continuará a desempenhar um papel e deve ser tido em conta".

Veja a entrevista completa:

 

 

Arquivado em:

destaque

Relacionado

Agora é mais fácil acompanhar a evolução dos nossos produtos de investimento